9 de dez de 2010

Quando os neurônios morrem...

"Queimando os neurônios" é uma expressão usada por muitos de nós, pra dizer que pensamos demais, usamos muito a cabeça, etc. Mas pode ser também a doença do tal do alemão...é a demência que causa esquecimentos, o mal de Alzheimer. 
Não quero falar de doença. 
Mas essa é uma data em que muitas lembranças vêm à minha mente. Lembranças de alguém muito especial, que neste momento está fazendo mais um ano de vida, porém, ela não pode mais se lembrar...nem mesmo da sua data de nascimento. 
Minha tia Iza. 
É com muito carinho que eu recordo suas visitas, seus presentes, suas histórias de viagens, e, sua alegria constante e vontade de viver. 
Deixe-me, então, relembrar os momentos bons,enquanto ainda é tempo, enquanto ainda o peso dos anos e a morte dos neurônios não batem à minha porta. 
Parabéns,tia! 
Parabéns por sua força, determinação, e pelas lembranças boas que você nos deixou. 
Você agora não se lembra mais de nós, mas nós não a esqueceremos. 
Se Deus permite a vida sem memória, que seja assim.
 Talvez seja melhor. 
O mundo aqui está tão complicado que a memória agradece 
se estiver descansando, ou, queimando...

Já é tarde, pensei demais,hoje...preciso dormir, essa é a hora de descansar o meu cérebro.

Boa noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário