22 de dez de 2010

Um céu violão



Poesia do meu amigo Carlos...



Céu violão

Vou pro céu.
Mas não um céu qualquer
No céu haverá rodas de samba
Viola, papo de amigos, mesinhas...
Louvor...
Vou pro céu do Senhor

Vou para um céu colorido
Não só branco azul
Um céu amora
Azedinho e bonito, com graça
Vou pro céu de graça
Um céu sem Norte, nem Sul

Lá tem forró, maxixe, samba-canção
Vou para um céu pagode
Um céu acorde
Um céu violão

Andarei descalço nas ruas de terra
Um céu de poeta
De trova, de cordel
Bailando o eterno baile do céu
Com Deus tirando todo povo pra dançar

Eu vou pro céu pra ficar

Vou para um céu acústico
Lá não precisa de energia, nem luz
Mas tem cordas de nylon, percussão...
Vou para o céu violão
O céu de Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário